Amamentação: benefícios para o seu bebê

Spread the love

A amamentação é uma das fases mais importantes na vida das mamães e dos bebês. Mas os benefícios de alimentar os filhos com o leite materno vão muito além do fornecimento de nutrientes essenciais. Nesse artigo vamos abordar todos os benefícios da amamentação.

O que é a amamentação?

A amamentação é uma atividade que consiste em fornecer alimentos para os bebês. Durante a gravidez o corpo da mulher começa a ser preparado, de forma natural, para a amamentação. Os seios começam a ficar mais duros e ganham volume, aumentando consideravelmente com relação ao tamanho original.

Quando a criança nasce, a mãe já está pronta para amamentar. O bebê faz a sucção, sugando o leite que se encontra dentro dos seios da mãe. Trata-se de um leite altamente rico do ponto de vista nutricional, capaz de fornecer ao bebê uma série de nutrientes ricos, que o ajudam em seu desenvolvimento.

Os benefícios da amamentação são vários. Separamos uma lista com sete desses benefícios, que comprovam que a amamentação nunca vai sair de moda, pois além de ser essencial, é extremamente importante para que o seu filho tenha uma vida com muito mais qualidade.

  1. Aumento da imunidade do bebê

Um dos principais benefícios da amamentação é o aumento da imunidade do bebê. Quando nascem, os bebês não possuem toda a estrutura corporal completa, principalmente no que diz respeito ao sistema imunológico. Por isso os bebês e crianças pequenas estão mais susceptíveis a doenças e enfermidades.

Até mesmo bebês que estão sem as mães, seja por falecimento ou abandono, devem receber o leite materno, tendo em vista as suas características nutricionais. Nos primeiros meses de vida, esse é o alimento fundamental para que qualquer bebê cresça saudável.

  1. Mais contato com a mãe

O ato de amamentar é um dos mais bonitos que existem. Representa a transmissão do alimento da mãe para o seu filho. Um ato de amor, que potencializa a vida e dá mais significado para a relação existente entre duas pessoas. Por isso as mamães gostam tanto de amamentar.

O contato proporcionado pela amamentação permite o desenvolvimento de vínculos que subsistem durante toda a vida. Quanto mais próximo esse contato do bebê com a mãe, melhor será a relação durante os anos seguintes, quando o bebê se desenvolver, transformando-se em criança, adolescente e adulto.

Muitos especialistas afirmam que a construção da mentalidade do ser humano começa logo nos primeiros meses de vida. Isso explica o poder da amamentação para a construção de um indivíduo mais humano, atencioso, carinhoso e preocupado com o próximo.

  1. Redução dos riscos de alergias

Já que estamos falando sobre os benefícios da amamentação, não poderíamos deixar de fora um dos problemas que mais preocupam as mamães de diversas partes do mundo: as alergias. Lembra quando falamos do sistema imunológico? Os bebês possuem um sistema em desenvolvimento, muito frágil.

As alergias se apresentam em diversos contexto, em especial na presença de mudança climática, como chuvas e baixa umidade, contato com poeira, ambientes abafados, contaminados por fungos e outros materiais considerados tóxicos para a saúde.

Mesmo que esses ambientes não representem grande risco para seres humanos adultos, o mesmo não se aplica aos bebês, que podem ser acometidos por alergias, das mais leves até as mais severas.

A medicação deve ser o último recurso a ser utilizado contra as alergias. A prevenção é sempre o melhor caminho. Além de cuidar da temperatura da criança, colocando agasalhos e roupinhas confortáveis, é importante manter o bebê em um ambiente seguro, limpo e aconchegante.

O que poucas pessoas sabem é que a amamentação correta contribui para reduzir o risco de alergias. Isso mesmo, os nutrientes presentes no leite materno aumentam a imunidade do bebê, protegendo contra fatores externos.

  1. Combate a anemia

A anemia atinge milhares de pessoas só no Brasil. Pessoas de todas as idades são afetadas, em razão de uma alimentação deficiente em vitaminas e outros nutrientes. No entanto, os mais prejudicados são os idosos e as crianças, em especial bebês. Isso acontece em razão do sistema imunológico deficiente e pouca alimentação.

Um dos benefícios da amamentação é justamente combater a anemia. Por isso é recomendado amamentar diversas vezes durante o dia. Durante os primeiros meses de vida, o leite materno é o único alimento das crianças. Ele por si só é suficiente para fornecer grandes quantidades de proteína, ferro e cálcio.

De acordo com especialistas da pediatria, o volume de cálcio no leite da mãe vai diminuindo com o tempo, para preparar a criança para o recebimento de novos alimentos. É por isso que a partir do sexto mês de vida, a criança deve começar a receber outros alimentos, ricos em ferro, para substituir o leite materno.

Os outros tipos de leite não são recomendados nos primeiros meses, por possuírem quantidades desequilibradas de cálcio, que impedem ou dificultam a absorção do ferro. O leite materno é o único que apresenta todas as características desejáveis para a nutrição completa do bebê nos primeiros meses.

  1. Reduz riscos de doenças futuras

A digestão começa na boca, com a mastigação dos alimentos ou com o contato com a língua e papilas gustativas. Quando a mamadeira é utilizada uma das etapas do processo digestivo é quebrada, tendo em vista que o leite vai diretamente da mamadeira para a garganta, sem passar pela boca de forma completa.

Isso pode gerar uma série de problemas futuros para o bebê, incluindo a obesidade. Como o alimento não passa pela boca, o bebê acaba tomando mais leite do que o necessário. Por isso especialistas recomendam que a amamentação aconteça sempre. Uma forma de garantir o desenvolvimento de todo o sistema digestivo da criança.

  1. Ajuda no desenvolvimento da arcada dentária

Agora vamos falar de um dos benefícios da amamentação que está relacionado com os dentes do bebê. Ao fazer o processo de sucção, que é basicamente sugar o leite dos seios da mãe, o bebê está exercitando os diversos músculos que possui na face, incluindo a boca, gengiva e outros.

Esse processo de sucção contribui para a formação da arcada dentária, preparando o espaço para o aparecimento dos primeiros dentes. Ainda de acordo com especialistas no assunto, os primeiros dias da amamentação contribui para a mastigação, a respiração e até mesmo a fala da criança, por trabalhar os músculos da face.

  1. Evita cólicas

As cólicas podem fazer o seu bebê chorar, ter problemas intestinais mais graves e até mesmo precisar de atenção hospitalar. Muitas mamães possuem dificuldade para identificar a cólica, tendo em vista que o choro da criança pode parecer um choro de desconforto comum.

Entre os benefícios da amamentação está a redução no número de cólicas durante esse período da vida. Isso acontece, de acordo com especialistas, em razão da presença de globulina no leite materno. Trata-se de um dos componentes da proteína do leite.

O leite de vaca possui uma quantidade maior de proteínas do que o leite materno, mas é uma proteína formada principalmente a base de caseína. Ou seja, uma proteína que não contribui para a redução da cólica. O leite de vaca só é recomendado após os primeiros meses de vida da criança.

Agora você já conhece todos os benefícios da amamentação. Não deixe de amamentar o seu filho. Trata-se de um ato de amor e carinho.

Roupas para seu de bebê

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *