trabalho mamae com bebe

Opções de trabalho para mães com bebês em casa

Spread the love

Você sabia que a metade das mulheres que têm filhos perdem o emprego em até dois anos depois da licença-maternidade? Infelizmente essa situação tem se agravado nos últimos anos, especialmente devido à crise econômica instaurada no Brasil. 

Mas, se você está grávida ou no pós-parto e sente insegurança com relação a sua volta ao emprego formal, fique tranquila! Existem outras oportunidades para mães que precisam trabalhar em casa.

Na cidade de Maringá no Paraná existe um grupo chamado Mães do Ingá, cujo objetivo é ajudar mães como você a tornar-se empreendedoras de sucesso. Esse grupo já tem mais de 353 mulheres, segundo dados fornecidos pela fundadora Natalia Marçola (26 anos). 

É importante mencionar os principais segmentos de atuação dessas mães, sendo que 27% atuam com artesanato, 16% com gastronomia, 12% com confecção, 12% com revendas, 5% com eventos, 5% com terapia alternativa, 4% com beleza e 4% com marketing digital.

Ser mãe e empreendedora não é uma tarefa fácil, pois exige muita disciplina e organização do tempo. De acordo com a Natalia, sua história como empreendedora iniciou durante o período pós-parto do seu primeiro filho, produzindo e vendendo doces personalizados, como, por exemplo, o bolo de pote.

Após a licença maternidade retornou ao trabalho, mas percebeu que compensa trabalhar apenas em casa e ficar mais perto do filho. Então pediu demissão e investiu mais tempo e dinheiro no seu pequeno negócio.

Hoje ela atua na área de marketing digital ajudando outras mães empreendedoras a realizar seus sonhos profissionais e acompanhar de perto o crescimento de seus pequenos. Também queremos ajudar você a escolher uma opção de trabalho que se adapte a sua rotina com os filhos. Veja a seguir algumas alternativas de renda para mães que trabalham em casa.

10 alternativas de renda para mães que trabalham em casa

 Você sabia que existem muitas opções de negócios para trabalhar mesmo com crianças pequenas em casa? 

Lembre-se que a escolha do trabalho não deve ser aleatória, você tem que analisar suas condições financeiras, educacionais, e principalmente sua disponibilidade de tempo. Veja a seguir algumas das alternativas que separamos para você: 

1. Artesanato

O artesanato é uma ótima opção para mães que trabalham em casa, pois abrange a produção manual de roupas, brinquedos, lembrancinhas ou enfeites por meio de técnicas como bordado, crochê, tricô, entre outros. 

Nesse caso, a empreendedora planeja, produz, divulga e vende seus produtos de acordo com a demanda. Podemos afirmar que é um trabalho flexível, pois a mãe pode aproveitar o tempo entre a alimentação ou cochilos do bebê para produzir. 

Se você gosta desses tipos de trabalhos manuais se joga!

2. Gastronomia

A gastronomia é outra opção de trabalho muito aproveitada pelas mães e empreendedoras. Ela engloba a produção, divulgação e venda de marmitas, doces gourmet, lanches fitness, salgadinhos, entre outros. 

Lembre-se que trabalhar com produtos alimentícios exige muito cuidado com conservação e higiene. Se você tem o dom de cozinhar, essa é uma alternativa é para você!

3. Confecção

Nossa terceira opção é a confecção de roupas, sapatos, acessórios, entre outros. Aqui podemos destacar os consertos e produtos personalizados, este último pode abranger fantasias, camisetas customizadas, entre outros. 

Assim como no artesanato a empreendedora planeja, produz, divulga e vende seus produtos conforme a demanda. 

4. Revenda

O que seria das empresas de produtos de beleza por catálogo se não existissem as mães empreendedoras? Isso mesmo, muitas delas optam pela revenda de maquiagem, cosméticos, roupas, sapatos, roupas íntimas, semijoias, suplementos alimentares, entre outros. 

Nesse caso, você tem todo o suporte de uma empresa, desde treinamentos até a possibilidade de conquistar prêmios. 

Se você está pensando em ingressar nesse mercado, procure um representante da marca escolhida e saiba mais detalhes sobre o trabalho. 

Lembre-se que nesse segmento é muito importante criar uma rede de relacionamentos. 

5. Eventos

Na área de eventos existem muitas opções de trabalho para mães, como, por exemplo, decoração de festas, produção de enfeites e arranjos florais, organização de eventos, entre outros. 

Nesse caso, é importante que a empreendedora tenha experiência com o tipo de evento que deseja trabalhar.

6. Terapias alternativas

Você já ouviu falar sobre as terapias alternativas? São métodos complementares utilizados para o tratamento de doenças. 

Alguns exemplos dessa terapia são a acupuntura, pilates, aromaterapia, musicoterapia, yoga, shiatsu, geoterapia, quiropraxia, reiki, massagem, homeopatia, reflexologia, entre outras. 

É importante lembrar que a atuação nessa área depende de especializações. Então, se você pretende ingressar nesse mercado, não perca tempo, especialize-se!

7. Beleza

Trabalhar com beleza também é uma opção válida para as mães e empreendedoras. Nesse caso, estamos falando de depilação, limpeza de pele, manicure, pedicure, maquiagem, penteado, entre outros serviços disponíveis em um salão de beleza ou clínica de estética. 

A maioria dos atendimentos são realizados na casa da cliente. Nesse trabalho também é importante investir em treinamentos e produtos de qualidade, visando prestar um bom serviço e fidelizar os consumidores. 

8. Marketing digital

O marketing digital e de conteúdo tem ganhado espaço entre as mães que procuram trabalhar em casa. 

Se você tem habilidade para escrever, é criativa e conhece as técnicas de marketing, se joga! Nesse segmento você pode atuar na redação e revisão de textos para web, elaboração de pautas, confecção de artes para redes sociais, desenvolvimento de sites, entre outros. 

Ainda existe a possibilidade de trabalhar em plataformas seguras de prestação de serviços desse tipo.

9. Secretária virtual

Você já ouviu falar da secretária ou assistente virtual? É uma pessoa que executa as rotinas administrativas de uma determinada empresa sem sair de casa. Dentre suas principais tarefas, temos o gerenciamento de correspondências e e-mails, contas a pagar, contas a receber, faturamento. 

Bem como o atendimento de clientes. Se você pretende atuar nessa área deve buscar especialização e investir na divulgação de seus serviços. 

10. Papelaria

Por fim, temos os trabalhos relacionados a papelaria, ou seja, confecção e impressão de adesivos, convites, lembrancinhas, entre outros. 

Ou seja, itens personalizados de acordo com a necessidade dos clientes. Nesse caso, deve-se obter softwares específicos para edição de imagens, como, por exemplo, o pacote Adobe. 

Bem como conhecer os princípios do design gráfico e os sistemas de impressão existentes.

 Lembre-se que empreender consome tempo, portanto a sua administração é essencial. Tenha uma rede de apoio, assim como o grupo Mães do Ingá, deve ter algum grupo similar na sua cidade, procure-os e se informe. 

Há! Se não existir, seja proativa, você pode criar o primeiro.

Outra dica importante, formalize-se, a opção de MEI (microempreendedor individual) oferece muitos benefícios previdenciários, pesquise sobre essa modalidade de empresa. Filhos no trabalho não é o ideal! 

Organize sua rotina para que tenha um tempo de qualidade destinado aos pequenos e outro para desempenhar suas atividades empresariais.

É importante mencionar que todos esses trabalhos podem ganhar o suporte do marketing digital, portanto divulgue o seu trabalho, crie um site e suas redes sociais. 

Invista um tempo para criar artes criativas e apresentar seu produto ao público-alvo. Como diz o ditado, quem quer ser lembrado tem que ser visto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *